Notícias

Black Friday pode alavancar em até 8% vendas no varejo

Com a proximidade da Black Friday, o comércio lojista começa a se movimentar no sentido de disponibilizar descontos especiais para quem quer garantir aquele tão esperado presente. A campanha já é consagrada no calendário do comércio e a cada ano conta com ainda mais adeptos. 

O presidente do Sindicato dos Lojistas do Piauí (Sindilojas/PI), Tertulino Passos, fala sobre a expectativa de vendas do comércio varejista para o período. “Em 2019, os lojistas desde cedo estão renovando os estoques e trabalhando para oferecer descontos de até 40% nos produtos e condições especiais de pagamento. A expectativa é que possamos ter um aumento entre 5 e 8% nas vendas quando comparado ao ano passado. Uma novidade desse ano é que as promoções em Teresina começam na sexta-feira (29) e durante até o sábado (30), isso com o intuito de oferecer mais tempo para os consumidores possam adquirir seus produtos”, afirma Tertulino Passos.  

Entre os produtos mais procurados durante a Black Friday estão os eletrônicos, principalmente smartphones e tablets, calçados, cosméticos, eletrodomésticos, além de produtos de beleza.  Em 2018, a Black Friday possibilitou a injeção de mais R$ 2,6 bilhões no setor de comércio e serviços.

Para esse ano, a campanha deve ganhar um importante impulsionamento com a liberação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e a primeira parcela do 13º salário. Com isso, para atender a demanda dos consumidores, em Teresina as lojas vão funcionar em horários especiais durante os dois dias de promoção.

“Atualmente, a campanha representa uma das principais épocas para o comércio. Por isso, as lojas vão funcionar em horários especiais para atender a demanda. Por exemplo, na sexta-feira, as lojas funcionam em horário normal. Já no sábado (30) as lojas funcionam até às 18 horas para que os consumidores aproveitem os descontos nos mais diversos produtos”, disse o presidente do Sindilojas/PI, Tertulino Passos.