Notícias

Lojistas devem oferecer mimos para atrair clientes no Dia das Mães


Com a aproximação do Dia das Mães, cresce o movimento de consumidores nas lojas em busca de presentes. A data é a segunda melhor para o comércio, atrás apenas do Natal. Segundo especialistas, presentar os clientes com pequenos mimos, como rosas e chocolates, e oferecer kits promocionais como opção de presente pode aumentar as vendas e, até, cativar clientes para outras ocasiões.

A vitrine e a decoração da loja também merecem uma atenção especial nessa época para chamar a atenção do consumidor, segundo o superintendente do Sebrae-SP (Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas do estado de São Paulo) Bruno Caetano. As lojas de roupas, calçados, perfumaria, acessórios, eletroeletrônicos e eletrodomésticos são as mais procuradas no período, de acordo com pesquisa de intenção de compra da ACSP (Associação Comercial de São Paulo).

Mas, segundo Caetano, o simples aumento do fluxo de pessoas na loja não garante a concretização da venda. "É preciso preparar o estabelecimento com uma decoração personalizada e  treinar os funcionários para que prestem um atendimento diferenciado. Quem se preparar mais, vai faturar mais", diz.

Na vitrine, por exemplo, o superintendente orienta o lojista a destacar apenas os produtos com maior apelo à data: sapatos, bolsas, vestidos, pijamas, perfumes, kit de maquiagem, por exemplo. "Expor itens demais pode deixar a vitrine poluída e pouco atrativa", diz.

Dar pequenos mimos, como rosas, chocolates ou bombons para os clientes é um gesto apreciado pelo consumidor, afirma Caetano. "Muitos filhos levam as mães para escolher o presente e muitas mães vão às lojas comprar presentes para suas mães. Então, a generosidade não custa muito para o lojista e pode fidelizar clientes", explica 

A criação de vales-presentes e kits promocionais também potencializa as vendas, afirmam especialistas. No primeiro caso, o lojista pode criar uma embalagem colorida e atraente para quem não sabe qual presente levar. "Essa é uma prática comum no varejo e atinge diretamente o público indeciso. No entanto, muitos lojistas pecam ao oferecer a opção em um pedaço de papel amassado e nada atrativo para presentear alguém", declara.

Já os kits promocionais podem ser montados por faixa de preço ou por perfil da mãe. Por exemplo, se uma mãe gosta de estar em contato com a natureza, o lojista pode sugerir um kit com produtos naturais. Se a mãe é mais esportista, pode ser um kit com artigos esportivos."Os kits promocionais além de atrair clientes que buscam ofertas, ajudam os indecisos a realizarem a compra. A equipe de venda precisa estar treinada para ajudar o consumidor a escolher", afirma Caetano.

Segundo especialistas, o bom atendimento da equipe também contribui para cativar clientes para o ano todo. "Se o consumidor é bem atendido a chance dele voltar a comprar naquela loja é muito grande", diz. o superintendente do Sebrae-SP.

 

FONTE: UOL