Notícias

Sindilojas/PI participa de evento em comemoração aos 70 anos da CLT


O Sindicato dos Lojistas do Comércio do Piauí- Sindilojas/PI, representado pelo presidente Luiz Antônio Veloso, participou do evento “70 anos da CLT: Conquistas e perspectivas”, promovido pelo Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região (TRT/PI), na terça-feira (30).

O encontro aconteceu no auditório do Fórum Trabalhista de Teresina, e reuniu instituições públicas e entidades da sociedade civil para debater sobre os 70 anos da Consolidação das Leis do Trabalho. Além do Sindilojas/PI, outras instituições estiveram presentes: Ministério Público do Trabalho, Superintendência Regional do Trabalho, Ordem dos Advogados do Piauí - secção Piauí, Associação dos Magistrados do Trabalho do Piauí e entidades de defesa dos direitos trabalhistas.

Luiz Antônio Veloso, juntamente com o presidente da Associação dos Magistrados do Trabalho do Piauí (AMATRA), Carlos Vagner, integraram a mesa no primeiro painel sobre negociação coletiva que teve como expositora a delegada Regional do Trabalho, Dra. Paula Maria Masullov. Por conta dos indicadores sociais, políticos e econômicos no Piauí, a expositora explicou que para se realizar as convenções de negociações entre o empregador e trabalhador é necessário adotar estratégias que na maioria dos casos são difíceis. 

Na categoria dos comerciários ao logo destes 70 anos de CLT, a delegada apresentou avanços positivos nas convenções. A presença de um economista na comissão de negociação, pesquisas de opinião, jornal do sindicato, negociação sem mediação estatal, avanços no piso e folga aos domingos foram algumas melhorias que a categoria obteve.

O presidente do Sindilojas/PI, que desde 1987 participa das negociações do comércio, enfatizou que em toda relação existem conflitos. “Porém é fundamental que seja realizado um gerenciamento, o qual identifique objetivos comuns entre o colaborador e o empregador. Nas relações de trabalho as soluções são múltiplas, por isso é importante que exista flexibilidade para solucionar problema”, finalizou.

 

FONTE: ASCOM