Notícias

Lojistas adotam estratégias para aumentar as vendas no Dia das Crianças

Jogos, bonecas, carrinhos e outra infinidade de brinquedos já pode ser encontrada nas lojas de Teresina. As vitrines e os estoques estão preparados para atender a demanda de um dos períodos mais esperados pelos pequenos e também pelos lojistas, o Dia das Crianças. Considerada a quarta data em vendas no comércio, o Sindicato dos Lojistas do Comércio do Piauí (Sindilojas/PI) estima que, este ano, as vendas representem um aumento de 5%, se comparado com o mesmo período de 2013.

Para o presidente do Sindilojas/PI, Luiz Antônio Veloso, apesar dos problemas econômicos pelos quais o país passa, é possível garantir boas vendas nesse período. “Adotando estratégias de vendas voltadas para o mercado local, com bons preços e produtos de qualidade, vamos potencializar as vendas e as crianças ganharão presentes. Os lojistas de Teresina já estão prontos para receber os consumidores nesta data”, pontua.

As lojas que comercializam confecções e calçados, perfumes, livros e eletroeletrônicos tendem a organizar seu espaço físico com foco no cliente. Nesse caso, todos esses produtos, em suas linhas infantis, são expostos em destaque nas vitrines e entradas, delimitando as áreas de acordo com a faixa etária que se deseja atingir.

Já as lojas que vendem exclusivamente produtos para crianças têm lucros garantidos com a chegada do dia 12 de outubro, e as ofertas podem ser ainda mais visualizadas pelos consumidores. Os brinquedos hoje produzidos adquiriram, com o tempo, uma forte característica educacional, ou seja, a criança aprende brincando. Esse apelo facilita o aprendizado dos pequenos e é uma das opções mais procuradas por pais engajados nesse modelo de educação interativa e moderna.

Mas e quando o lojista não atua com nenhum segmento voltado para crianças? Ainda assim é possível trabalhar a data em seu estabelecimento. Ambientar a loja de acordo com os principais personagens de filmes, desenhos animados e seriados curtidos pela criançada, apostar em trilhas sonoras infantis, organizar promoções voltadas para esse público, oferecer pequenos brindes como doces e pequenos brinquedos, contratar animadores, realizar ações com brincadeiras interativas; são dicas valiosas para alavancar as vendas nesse período.

Outra sugestão para que os lojistas deixem o público infantil bem a vontade é a criação de espaços recreativos dentro das próprias lojas. A ideia é fazer com que os pequenos se divirtam enquanto os pais vão às compras.

De acordo com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), no Dia das Crianças deste ano, as compras a vista e com preços menores devem ganhar mais espaço. O cenário econômico atual é formado por consumidores que se planejam para não comprometer o orçamento com compras parceladas ou com presentes de altos valores. A entidade também prevê que os clientes que optarem pelas compras a prazo deverão dividi-las em menos prestações. 

 

FONTE: Ascom