Notícias

Como conciliar empresa familiar e desenvolvimento profissional


Ainda há uma ideia meio generalista quando se fala de empresa familiar no Brasil. Boa parte do senso comum cai no erro de afirmar que a ascensão nestes casos não demanda esforços ou desenvolvimento. Esta informação não procede, embora existam casos de profissionais que se acomodam pelo fato de trabalharem com a família. No entanto, existem aqueles que desejam se desenvolver mesmo com a segurança oferecida pelo negócio familiar, e é por eles que o mercado se interessa de fato.

A empresa é familiar, mas a carreira é particular

Algo importante para os profissionais que trabalham na empresa da própria família é saber separar as relações familiares das relações profissionais. O interesse pelo próprio desenvolvimento profissional não precisa partir de ninguém mais além do próprio indivíduo. Não é uma atitude boa esperar que a cobrança pela qualificação venha de terceiros, pois, por mais que o negócio seja da família, é importante que a carreira seja uma preocupação pessoal.

A acomodação é um dos problemas mais frequentes da carreira de profissionais que atuam em negócios familiares. A sensação de que o emprego estará sempre garantido faz com que estes profissionais negligenciem a própria capacidade e o próprio desenvolvimento.

Por onde começar a se desenvolver?

Existe hoje no mercado uma gama de possibilidades de desenvolvimento profissional. Para quem quer se qualificar e se atualizar – o que é ideal que seja feito a cada três ou cinco anos –, basta uma breve busca para encontrar uma infinidade de alternativas. O primeiro passo é decidir o que se deseja estudar e sobre o que, especificamente, se deseja aprender. Outro ponto é pensar em como os novos conhecimentos poderão auxiliar no desenvolvimento da empresa.

Para aqueles que pretendem se manter nos negócios da família, é interessante fazer uma avaliação das necessidades da organização, para saber como o próprio estudo poderá ajudar em longo prazo. No entanto, mais que estudar, o desenvolvimento profissional se dá no dia a dia. Mostrar interesse pelos negócios e procurar entender os processos são atitudes que colocam qualquer profissional um patamar acima dos demais.

Encarar a empresa familiar como uma fonte de possibilidades – como qualquer outra empresa – ajuda muito a ser visto como um profissional maduro. E encarar como uma fonte de possibilidades implica também procurar sempre ajudar no desenvolvimento da própria empresa.

 

Desenvolvimento profissional é uma obrigação de qualquer pessoa que esteja inserida no mercado. Independentemente do perfil da organização, é o profissional quem decide onde quer chegar e por quais meios. Adotar uma atitude madura, focada em resultados e que se mantém em constante crescimento é promissor para qualquer um. Portanto, não espere precisar. Faça hoje.

Fonte:Diário Catarinense