Notícias

5 dicas para obter um planejamento tributário eficaz


Apontados por empresários como alguns dos principais entraves à gestão e ao desenvolvimento dos negócios no País, os tributos têm uma grande participação nas empresas representando, em média, 33% do seu faturamento bruto; 47% do total de custos e despesas e 52% do lucro. Assim, a elaboração de um projeto de planejamento tributário eficiente poderá proporcionar uma significativa economia às companhias e até mesmo alavancar a sua disponibilidade financeira. 

Há ainda a burocracia tributária que é um custo muito significativo para as empresas brasileiras, pois chegam a comprometer, em média, 1% do seu faturamento para manter uma estrutura de funcionários, tecnologias e sistemas para ficar em dia com as obrigações junto ao Fisco. 

“Ao elaborar uma planejamento tributário eficaz, as companhias poderão dispor de mais recursos para aumentar o potencial de seus negócios com novos investimentos”, avalia o presidente-executivo do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação - IBPT, João Eloi Olenike, que tem algumas dicas para ser bem-sucedido neste processo.

1 - FAÇA O DIAGNÓSTICO 

Realizar um minucioso diagnóstico fiscal da empresa ou do grupo de empresas é muito importante para identificar os pontos para obter a maior economia legal e geral de tributos possível. Nesta etapa é fundamental contar com a participação de tributaristas no processo operacional. “Além disso, é importante revisar periodicamente o plano e promover ajustes, sempre que necessário”, afirma o presidente-executivo do IBPT.

2 - INVISTA NA ANÁLISE

A análise deve considerar os custos envolvidos, o benefício a ser gerado e os riscos inerentes, para evitar equívocos no processo que possam gerar perdas para as empresas. Do contrário, poderá ser necessário analisar novamente a situação do negócio.

3 - PERSONALIZE 

O planejamento tributário deve ser personalizado, pois até mesmo as empresas que atuam no mesmo segmento ou tenham o mesmo porte, tem políticas diferentes de organização e trabalho. 

4 - ORGANIZE-SE 

A desorganização é extremamente prejudicial à realização de um bom planejamento tributário. “Para evitar contratempos, é preciso estar com a Contabilidade em dia, manter práticas idôneas, bem como alinhar os processos internos para garantir o máximo de aproveitamento na elaboração do plano”, orienta o executivo.

5 - PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO É LEGAL

O planejamento tributário é o conjunto de medidas contábeis, administrativas ou judiciais, dentro do âmbito da legalidade, com o objetivo de evitar, minimizar ou adiar a ocorrência do próprio fato gerador do tributo. “Não se pode confundir com sonegação fiscal, prática que está no âmbito da ilegalidade, ressalta Olenike. 

 

Fonte: IBPT