Notícias

Dicas de empreendedores de sucesso para quem é iniciante


 Empreender é um desafio diário. Porém, para quem ainda está dando os primeiros passos na criação de um negócio próprio, há ainda mais uma dificuldade: a falta de experiência.

Aprender com quem já passou pelo que você ainda irá passar é fundamental para evitar erros de principiante. Por isso, EXAME.com ouviu algumas dicas de pequenos e médios empreendedores sobre o que é essencial ao montar uma empresa.

1. Quanto antes empreender, melhor

O Kekanto é uma guia de estabelecimentos criado em 2010 e que conta com mais de 20 milhões de acessos mensais. Uma característica fundamental da plataforma são as avaliações feitas pelos próprios usuários.

O que todo empreendedor iniciante deve saber? Segundo Allan Kajimoto, quanto antes o jovem começar a empreender, melhor. “É difícil a primeira empresa dar certo logo no início. Normalmente, precisa-se de alguns anos até que o negócio se torne realmente lucrativo. O custo-oportunidade do jovem é bem melhor do que o de uma pessoa de meia-idade, que já possui filhos para sustentar, por exemplo.”

2. Analise seu perfil e decida-se pelo seu tipo de empreendimento

Cláudia Bittencourt fundou, em 1985, sua própria consultoria: o Grupo Bittencourt. O negócio dá aconselhamento em áreas como a expansão de negócios por franquias.

O que todo empreendedor iniciante deve saber? O conselho de Cláudia envolve a área de atuação da empreendedora: antes de tudo, é preciso decidir se você prefere negócios próprios ou uma unidade franqueada. “É preciso identificar qual o seu perfil como empreendedor, e qual empreendimento irá satisfazer suas necessidades pessoais e profissionais. Considere se você está disposto a correr riscos, investindo em uma iniciativa própria, ou se prefere contar com um negócio já estruturado, como as franquias.”

3. Abandone as idealizações

A F(x) é uma plataforma que conecta empresários em busca de financiamento aos bancos e fundos com dinheiro disponível. O “Tinder do crédito” foi criado no ano passado e já movimentou 100 milhões de reais em propostas.

O que todo empreendedor iniciante deve saber? O cofundador Eduardo Küpper alerta para a idealização que muitos jovens fazem da carreira empreendedora: uma vida sem horário de trabalho, sem chefe e com muito dinheiro e glamour. “Infelizmente, isso não é exatamente verdade. Você pode até alcançar alguns desses objetivos, mas certamente não terá todos ao mesmo tempo.”

4. Pense em um empreendimento que reflita seus valores

A empreendedora Heloísa Bacellar criou o restaurante Lá da Venda em 2009. Hoje, além da unidade matriz, possui um quiosque no Shopping JK, em São Paulo, e uma loja de fábrica, o Lá da Vendinha.

O que todo empreendedor iniciante deve saber? A chef e empreendedora recomenda pensar, antes de tudo, em um conceito de empresa que se encaixe no seu estilo. “Assim, você humaniza seu negócio, trabalhando com algo que reflete seus valores”, explica. “Eu jamais poderia ter um fábrica super mecânica, por exemplo: é o contato com as pessoas que me motiva.”

5. Pratique o desapego com sua ideia de negócio

O Mucca nasceu em 2010 e administra diversos e-commerces, como o Mucca Shop, o Shoes4You e o Orelha de Livro. O negócio dos empreendedores Carlos Fertonani, Luis Fertonani e Sandro Baumann também investe no site Encontre um Nerd.

O que todo empreendedor iniciante deve saber? Segundo Baumann, uma qualidade essencial para os empreendedores iniciantes é, desde cedo, praticar o desapego em relação à sua ideia de negócio. “Abrir uma empresa não é, necessariamente, oferecer o que você gosta de consumir. Toque seu negócio com paixão, mas esteja sempre disposto a mudá-lo, às vezes até o ponto de ele não ter relação com o que era no início.”

6. Não tenha medo de compartilhar sua ideia

O GetNinjas é uma plataforma de contratação de serviços. Criada em 2011 pelo empreendedor Eduardo L’Hotellier, a empresa já conta com mais de 120 mil profissionais cadastrados.

O que todo empreendedor iniciante deve saber? L’Hotellier afirma que ter medo de contar a ideia para alguém é um erro comum dos empreendedores iniciantes. “Muitas vezes você precisa de um olhar de fora, uma solução simples que não precisa vir de outro empreendedor, necessariamente”, afirma. “Quando decidi abrir minha empresa, contei para algumas pessoas e algumas semanas depois um amigo me deu uma ideia incrível: ao invés de demorar meses para montar uma estrutura online, por que não contratar um protótipo pronto e personalizar em seguida? Com isso, economizei dinheiro e meses de trabalho. Se tivesse guardado a ideia só para mim, tudo teria sido mais complicado.”

Fonte: Exame